Amo essa canção!

23/04/2012

Bookcrossing Blogueiro: O Sol Também Se Levanta

                                
É com imensa satisfação que participo mais uma vez desse evento de tamanha relevância,  o BookCrossing, mais especificamente o BookCrossing Blogueiro, uma iniciativa da Luma, do blog www.luzdeluma.blogspot.com
Sempre achei que livro é um patrimônio de todos e quanto mais pessoas ele alcança, mais estará cumprindo o seu papel.
A  iniciativa é uma bela maneira de incentivar a leitura,  mas é também uma forma de nos ajudar a praticar o desapego, coisa que nem sempre é fácil para quem, como eu, ama perdidamente os livros e tem com eles  uma forte relação. Confesso que na primeira vez que participei do evento eu  sofri (rsrsrs) ao deixar meu livrinho, até então tratado com tanto amor e carinho, ali "largado" em um local público. Mil coisas passaram pela minha cabeça, entre elas que alguém poderia encontrar meu livro e jogá-lo na lixeira mais próxima. Aos poucos fui trabalhando essa questão do desapego e entendendo  que era muito melhor eles estarem circulando por outras mãos, encantando outras pessoas, fazendo com que outros leitores experimentem a emoção que eu sempre experimento ao mergulhar de cabeça na leitura de cada um deles...bem melhor do que meus livros enclausurados na estante!
Hoje  eu libertei o meu "Sol" que amanhã, certamente  se levantará em outras mãos,  fazendo feliz ( assim espero) o seu novo dono, ou dona.

O livro que escolhi para libertar este ano foi "O  SOL TAMBÉM SE LEVANTA", de Ernest Hemingway .

Sinopse:  o autor retrata, em estilo direto e despojado, os conflitos e a frustração dos norte-americanos e ingleses que vivem em Paris após a Primeira Guerra Mundial.
Para o Sol Também Se Levanta, Hemingway criou tipos humanos complexos, representando assim uma geração contaminada pela ironia e pelo vazio diante da vida, com seus valores morais destruídos pela guerra e irremediavelmente perdidos. Temas como a solidão e a morte, os preferidos do escritor, são explorados de forma brilhante.

Como e onde libertei meu livro:
Escolhi um local por onde circula um grande número de pessoas diariamente: os corredores de um hipermercado, mais especificamente em frente a um salão de beleza, onde o entra e sai de pessoas é enorme todos os dias da semana.
Escrevi um bilhetinho de próprio punho, desejando ao novo dono
( ou dona) uma leitura prazerosa.                                                                                             
Após deixá-lo, me afastei dali mas permaneci por perto esperando um pouco, curiosa que sou, eu queria saber como era a pessoa que o encontraria e fiquei imaginando o perfil do novo dono. Infelizmente não pude esperar mais do que 10 minutos e nesse ínterim ninguém o encontrou, portanto eu  fui embora...
Espero que o meu "Sol" já tenha encontrado um novo horizonte para se levantar amanhã mesmo, na primeira hora do dia.

6 comentários:

✿ chica disse...

Legal tua participação com esse ótimo livro!!beijos,tudo de bom,chica

Vanessa Souza Moraes disse...

Esse livro tem uma adaptação para o cinema muito bacana.

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Yoyo
Vc soube escolheu com jeito o que esquecer...
Bjm de paz

elvira carvalho disse...

Hemingway é um dos autores que mais admiro. Porém não conheço esse mas a julgar pelos ouros que li dele deve ser estupendo. Sorte de quem o encontrar.
Um abraço

Luma Rosa disse...

Já estive várias vezes no seu blogue e você deve ter visto pelo facebook, mas comentar só agora tive um tempinho. Obrigada por participar do BookCrossing Blogueiro!! Estamos lançando sementes, assim como outras pessoas com seus projetos de leitura. No final, queremos um país melhor, um mundo mais humano e a leitura é um caminho para a abertura das mentalidades. Beijus,

Dario disse...

Penso que atitudes dessa natureza fazem com que permaneça em nós acesa a chama da esperança por uma sociedade cada vez melhor. PARABÉNS!