Amo essa canção!

22/05/2010

Devaneios...

"Saudade" Do pintor Almeida Júnior

Nesse momento ouço uma canção que me deixa com uma vontade enorme de escrever sobre os meus sentimentos. Nessas horas gosto de ficar sozinha, perto da janela da sala, de onde tenho uma ótima vista de São Paulo, principalmente à noite, quando a cidade fica iluminada e as luzes dos aviões que cruzam o céu vão piscando até sumirem na imensidão da noite, como se fossem estrelas cadentes;  gosto de ficar à meia luz  e me entregar, de corpo e alma, aos meus devaneios.
Meus sentimentos se confundem; não consigo saber se isso é solidão, se é tristeza ou saudade. Se for  saudade, não tem nome nem endereço. Não sei porque...Às vezes, me sinto assim tão só, se tenho uma família que eu amo tanto, que é a razão do meu viver e que está sempre ao meu lado.
Se for tristeza, não entendo a razão...Mas, às vezes, fico tão triste...Ao mesmo tempo penso em tantos motivos que tenho para me alegrar, contabilizo tantas vitórias; ao longo da vida  fiz, e mantenho, grandes amigos.
Não sei porque, às vezes, sinto saudades até de momentos que nunca vivi, de lugares que nunca conheci...Não sei porque...
São sentimentos inexplicáveis, que invadem meu coração e me deixam melancólica. A única coisa que sei, é que esses sentimentos não me fazem mal algum, estou certa disso. São sentimentos que embora me deixem mergulhada em um mar de pensamentos, que embora pareçam desconexos, sem sentido e mexam comigo, também me trazem uma sensação boa, uma sensação de que ainda tenho pela frente muitos caminhos a serem percorridos, muitas coisas para serem vividas e isso, de certa forma, me faz ter vontade de seguir adiante, me fortalece , me impulsiona.

16 comentários:

Ariadne disse...

Mas que maravilha de devaneios...

Quisera eu ter estes tipos de devaneios....

Refletir faz bem a vida...

Bjks e bom domingo !!!

Suzanna disse...

Oi Yoyo
Pois é amiga também me sinto como você por muitas vzs, saudade do que?de quem ? mas parece que de alguem sim ou de algo brrr.
ão coisas que talvez não seja o tempo ainda de entender, mas de aprender e viver.
Bjokas e bom domingo
Su

VILMASUELY disse...

Oi Yoyo!!Tambem fiz esta semana um post sobre saudades...quando terminei de escrever estava tão emocionada!! saudade só se tem de coisas boas não é mesmo?
Bom final de semana!!

Suzanna disse...

Mas sempre será assim,ou somos ou não somos.Cada u com seus "dramas" não é? Eu por exemplo hoje, melhor agora, gostaria de estar voando para qualquer lugar que me trouxesse novas esperanças, novos sonhos...
Aí voo por aqui, procurando nas imagens que posto um pouco de mim.
E em cada uma, acabo me encontrando, nos pequenos detalhes que vão me empurrando e me dando o alivio para as coisas que não entendo .
Bjos e fique com Deus
Su

Clau Finotti disse...

Às vezes, quando me levanto na segunda de madrugada pra viajar, fico olhando pela janela os aviões deixando Goiânia. Pontos de luz num céu escuro. Tem horas que tenho vontade de deixar minha vida... claro que não é um sentimento depressivo, ou tendência suicida, é vontade apenas de tirar umas férias de mim mesma, da rotina... mas penso que isto se resolve com uma boa viagem com meu amorzinho, mas isso já é assunto pro outro blog, hehehe.


Bjos.

Ah, amei vc seguir as fadas madrinhas... elas irão te seguir tbém! Bjos, bjos e bjos.

Beth/Lilás disse...

Pois é, amiga, às vezes ficamos assim sem saber nem porquê, acho que isso faz parte do ser humano, melancolia, lembranças passadas boas ou ruins, vez ou outra aparecem em nossas mentes sem serem convidadas.
Mas, o bom é quando a gente não se deixa mergulhar na total melancolia e volta os olhos para a vida boa que Deus nos dá.
um grande beijo carioca

Liliane de Paula disse...

Sabe, Yoyo que nunca gostei de ficar sozinha? Hora nenhuma, dia nenhum? Detesto. Sozinha só no carro qdo estou dirigindo para o trabalho. Mesmo assim tenho a companhia da música bem alta.

Ana Maria Braga disse...

Essas relexões fazem parte da nossa vida. Tem horas que passo por momentos semelhantes a esses. O melhor de tudo é "acordar" voltar a realidade e ver tantas coisas boas ao nosso lado e usufruirmos tudo isso. Mais importante é ter saúde, pode ir e vir. Bom domingo, Yoyo.Bjs

Manuela Freitas disse...

Olá Yo-yo,
Eu gosto imenso de ter esses devaneios, parece que perco a noção do corpo e fico a flutuar nos pensamentos. De facto essa saudade de nada ou de tudo, é algo muito especial. Quanto à tristeza é sempre uma forma profunda de entrar em mim e depois dar um salto em frente cheia de adrenalina! Puxa tenho tanto...o que tenho é de dar o devido valor ao que tenho.
A Yo-yo está aborrecida comigo? Tenho notado a sua falta!
Beijinhos,
Manú

Fátima disse...

Minha amiga, esse estado meio que de flutuar...se não nos carrega para uma depressão ou melancolia profunda são sempre bem vindos.
É a maneira inconciente de revermos nossa trajetória e é aí que trombamos com uma saudade que não sabemos localizar ou avaliar,tão pouco dar nome.É também onde reside um certo medo ou insegurança pelo desconhecido que ainda está por vir.
Chamo isso de me ausentar de mim para poder me ver...sem me policiar.

Beijo carinhoso.
Receber sua visita é uma delícia, obrigada.

Carmen ACHADOS DE DECORAÇÃO disse...

Yoyo querida! quem te disse que eu não te visitei ontem hein? rsrs sério, visitei, mas li seu post e não soube o que escrever - acredita nisso? sei lá, não sei se vc estava meio deprimidinha ou não e achei melhor não dar nenhum pitaco, mas eu te visitei, tá????!!! beijos querida e ótima semana pra vc com muita luz e alto astral!!

Yoyo Pizy disse...

Ariadne,
Eu sempre tenho esses devaneios.Se são bons ou ruins, eu não sei....Sou assim.

Su,
Pode ser que vc tenha razão: talvez ainda não seja tempo para entendimento

Vilma
Posts assim são pura emoção, do começo ao fim da escrita.

Yoyo Pizy disse...

Clau,
Adoro olhar os aviões passando sobre o meu condomínio.Viajo com eles em pensamento

Beth,
Sou tão cíclica quanto a lua.

Liliane
Eu gosto muito de ficar sozinha mas sempre ouço música, também.

Yoyo Pizy disse...

Ana,
Mesmo em momentos assim eu não esqueço e nem deixo de agradecer tudo que a vida me deu de bom

Manú,
É muito bom saber que não estamos sozinhas.Que alguém nos compreende.

Fátima
Gostei da frase: me ausentar de mim para poder me ver"

Yoyo Pizy disse...

Carmen,
Sou assim mesmo querida.Não se preocupe pois minhas tristezas costumam passar logo.Sou alegre na maior parte do tempo,rs.

Yoyo Pizy disse...

Queridas,
A todas voces, meus sinceros agradecimentos pelas palavras de conforto e de carinho
Beijos