Amo essa canção!

11/10/2010

Dia das Crianças - Onde Está a Infância?

Por aqui, amanhã se comemora o Dia das Crianças. Já faz muito tempo que fico refletindo sobre elas e me preocupo muito com isso.
O que vejo no meu dia-a-dia, o que presencio a cada instante, são crianças agindo, falando e se comportando como  se fossem adultos; o pior é que nem sempre imitam  e se comportam como adultos de bem.Vejo na TV, a todo momento, propagandas específicas para esse dia, nas quais as crianças são incentivadas a pedirem de presente aos seus pais, aparelhos eletrônicos de última geração, celulares com câmeras fotográficas  que as meninas certamente usarão para fazerem fotos em poses sensuais e postarem nas redes sociais e por aí vai.
 Criança não gosta mais de brinquedos? Não tem apreço pelos livros? São tantos livros infantis  maravilhosos que existem no mercado, mas eles são ignorados pelas crianças e o que é pior, com o aval dos pais (sem querer generalizar).
Onde será que foi parar a infância das nossas crianças? Que a mídia é perversa, já sabemos disso, mas porque será que pais e mães não se dão conta de que estão entrando nesse jogo de perversidade contra as crianças?
Outro dia, eu estava no salão de beleza e chegou uma jovem mãe com a filha pequena (por volta de 8 anos) para fazer as unhas ( manicure e pedicure) e a menina optou por pintá-las com um esmalte bem vermelho. A mãe exibia isso orgulhosamente, falando para todos os presentes sobre o quanto a filha é vaidosa e o quanto ela incentiva a menina a isso, levando-a toda semana ao salão de beleza para fazer as unhas e escovar os cabelos (detalhe: com mechas coloridas!).
Ao sairem do salão não resiti e comentei com a cabelereira que eu acho isso uma coisa absurda, algo inapropriado para aquela idade. Pela cara com que muitas pessoas me olharam, devo ter sido rotulada  de chata, careta e coisas piores. 
A cabelereira então me contou, que tem uma cliente que leva a filha de 11 anos, para fazer depilação, com cera, nas pernas e na sombrancelha. Fiquei estarrecida com aquilo, porém, me lembrei que conheço várias meninas por volta de 8, 9 anos, cujas mães fazem escova progressiva nos cabelos. Só para lembrar, essa história de que existe  químico para escova progressiva sem adição de formol é pura "balela". Todos levam formol, sim! E o formol é uma dos produtos químicos que mais causam prejuízo ao ser humano.
Fico pensando onde isso tudo levará as nossas crianças, que estão tendo sua infância roubada em nome de uma vaidade sem limites, em nome de uma sensualidade completamente fora de hora, que faz com que elas estejam se  desenvolvendo fisicamente de maneira precoce, por conta dos milhões de estímulos recebidos nesse sentido, sem que  tenham nenhuma maturidade mental para arcarem com as consequências que isso acarreta. 
Contando outra historinha (infelizmente verdadeira), outro dia pedi a um menino de 7 anos que desenhasse seu auto-retrato. Ele fez o desenho em uma academia de ginástica, "puxando ferro"  e com os braços e pernas super musculosos. Ao indagá-lo sobre aquele desenho, ele disse-me que seu pai prometeu que no próximo ano irá matriculá-lo em uma academia de ginástica, para que ele já cresca  com o corpo"sarado".
Então, diante de tudo isso eu me pergunto: Onde foi parar a infância das nossas crianças?!

15 comentários:

Taís Marçal Diniz disse...

Olá amiga, vim conhecer seu blog e adorei!
Já estou seguindo!
Tenho um blog de arte "Arte Saborear" e um de culinária "Saborear"...seja bem vinda!
Beijos!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

OI AMIGA QUE COISA NÉ!
QUASE Ñ VOU AO SHOPING ,MAS OUTRO DIA FUI DAR UMAS VOLTAS POR LÁ FIQUEI SENTADA OLHANDO AS CRIANÇAS NUM SALÃO DE BELEZA!FIQUEI HORRORIZADA ELAS SAIAM TODAS FELIZES USANDO SUAS MÁSCARAS(MAQUIAGEM) SUPER COLORIDAS E BEM FELIZES SEGURANDO A MÃO DE SUAS MÃES,TINHA UMA QUE MAL CONSEGUIA ANDAR POR CAUSA DO SALTO DO MINI SAPATO!OUTRA QUE TINHA UNS OITO ANOS FAZENDO ALISAMENTO NOS CABELOS, POIS SEGUNDO A MÃE ELA DETESTA CABELOS CRESPOS!
REALMENTE KD NOSSAS CRIANÇAS...

YOYO FELIZ DIA DA CRIANÇA ,PORQUE SEI QUE AÍ DENTRO MORA UMA E BEM SAPECA!!!
BEIJO

Néia (Dulci) disse...

Depois quando essas mães se tornam vovós "prematuras" não sabem o porque, como é triste essa falta de bom senso, acham que a vaidade deve ser incentivada desde cedo e as crianças pulam uma fase importantíssima da vida. Brincar vai além de uma simples diversão, o lúdico complementa o psicológico, ensina a se relacionar e a conviver.
Lindo seu texto, amei!
Um abraço

Manuela Freitas disse...

Olá querida Yo-yo,
Gostei bastante deste teu post. O que se passa aí é quase o que se passa por cá. Não compreendem como é tão bom ser criança (para mim foi o melhor tempo da minha vida) e querem ser adultos alienados, mas o mal ainda é os pais alinharem com tudo que os filhos querem!
Beijinhos,
Manú

Nilce disse...

Oi Yoyo

Parabéns pelo post.
Você tocou num ponto que realmente assusta. Mini adultos e ainda por cima com um lado bem perigoso: o da violência, de ser o melhor.
Onde foi parar a inocência de nossas crianças? E eu concordo que a culpa está sim nos pais, que querendo compensar a falta de tempo, estão transformando nossos pequenos.
É muito triste tudo isso.

Bjs no coração!

Nilce

Driks Barreto disse...

Oi querida estava com saudades...ando sumida mesmo,não ando inspirada pra blogar nem postar nem nada de nada...mulher de fases!!!!rs bjs

manuel marques disse...

A palavra ''progresso'' não terá qualquer sentido enquanto houver crianças infelizes .

Beijo.

www.comtextosdavida.com disse...

Yolanda!Eu repondo para você,onde está a infancia? Ela está na lata do "luxo" quer dizer lixo , onde as mães dessas crianças de hoje estão jogando.
bjs Lais

Beth/Lilás disse...

Ah, Yoyo, já pude presenciar essas coisas também e é indignante.
A gente que teve uma infância sadia e longa, sente-se ultrajada, toma as dores das crianças para si, mas vejo que a culpa é totalmente dessas mães piradas. E é bem isso que a amiga falou mais acima, pois quando abrem os olhos já estão vovós com 35 anos, uma pena!
Muito bom seu post!
bjs cariocas

Danny disse...

Ola linda
Vc está de parabéns pelo post tão bem feito, mostra concerteza a nossa realidade e que mts pessoas ñ dão valor.
Estamos perdendo a infância, perdendo isso perdemos tudo, pois acaba formando adultos infelizes.
Dou mt valor a infância da minha filha, brincamos juntas sempre, e minha casa vive cheia de amiguinhas.
Vou aproveitar ao máximo essa fase da vida dela.
Podemos mudar isso em nossas casas...

No domingo levei a Gabi p assistir uma peça de teatro, e nessa peça falava sobre isso.
Falava as crianças estavam esquecendo de ser criança e com isso esquecia as cantigas de roda, as brincadeiras nas ruas...
Infelismente é o preço do "progresso".

Desejo um ótimo feriado.
Força na peruca.Beijocas

pensandoemfamilia disse...

Tudo isto ´´e lamentável,crianças não podem ser mini adultos. Tudo tem sua fase. A mídia vende e os pais desavisados "entram nessa". A criança é inocente, o que os pais porpoem, elas fazem. Enfim....
bjs
Obrigada pela visita. vc adora lugares, viajens, e eu também.
bjs

Cacá disse...

Olá, Yoyo, decobri seu blog através do Pensando em Família. Vim, vi e gostei muito. A infância tem sido cada vez mais curta, a adolescência cada vez mais longa, o que não tem deixado muito espaço para uma vida adulta com maturidade sadia. Queira Deus que isso seja apenas uma transição desses tempos de correria, fugacidade e superficialidade. Senão, temo pelos adultos de daqui a alguns anos. Meu abraço. Paz e bem.

Liliane de Paula disse...

Yoyo, eu gosto de criança bem perua. Incentivo mesmo.

Taís disse...

Muito legal teu blog, gostei muito e vou voltar mais vezes.
A infância? Eu pergunto mais... onde foi parar a maturidade e o juizo desses pais?
bjos

Clau Finotti disse...

Oi de novo!
Sabe, fico tbém me perguntando isso. É criança de colo com unha vermelha, maquiagem, escova...afff... valores imcompreensíveis para mim que fui proibida pela professora na quinta série, então eu tinha 10 anos, de usar um simples brilho labial, porque não tinha idade.

Bjão.