Amo essa canção!

12/03/2011

Vou-me Embora pra Pasárgada...


Hoje estou cinza, como o dia lá fora; estou sem muitas palavras, com um desânimo absoluto, uma vontade enorme de ir embora para bem longe. Sinto-me cidadã do mundo e sinto-me estrangeira em meu próprio país.
Tem horas (muitas e muitas vezes, quase todos os dias) que sinto não pertencer a esse lugar. Para corroborar meus sentimentos, busquei alento nas palavras de Manuel Bandeira, que nesse instante, me caem como uma luva.


Vou-me embora pra Pasárgada
Vou-me embora pra Pasárgada
Aqui eu não sou feliz
Lá a existência é uma aventura
De tal modo inconseqüente
Que Joana a Louca de Espanha
Rainha e falsa demente
Vem a ser contraparente
Da nora que nunca tive...

Em Pasárgada tem tudo
É outra civilização...

E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada.

*  Trechos soltos, do poema Pasárgada, de Manuel Bandeira.
Extraído do livro "Bandeira a Vida Inteira", Editora Alumbramento – Rio de Janeiro, 1986, pág. 90

17 comentários:

Clau Finotti disse...

Oi querida!!!

Que bom ver vc no meu blog!

Eu adoro fotografar, mas só por diversão, não entendo nada de lentes, máquinas poderosas e caras...rs... só intuição mesmo.

Estou adorando ver seu lado mão na massa no scrap, sai cada coisa linda!

Eu aqui na vidinha de sempre, na expectativa de mudar de vez para Goiânia e seguir com minha vida, filhos, etc...

Tem vez que também tenho vontade de sumir, mas isso é cíclico, passa, ainda bem!

Bjos, queridíssima!

Clau

chica disse...

Espero que esse cinca e nuvens passem logo! Fica bem,beijos,chica

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

QUERIDA SE FOR MESMO PARA PASÁRGADA E PRECISAR DE UMA CARONA ME AVISA TBM ESTOU ME SENTINDO MUITO TRISTE!
BEIJO

Cantinho She disse...

Minha querida estamos mesmo em sintonia! ;)
Também quero passear por aí, vamos?! Affff!
Beijo, beijo!
She

Ana Maria Braga disse...

YoYo, dias cinzas aparecem nas nossas vidas, vez por outra, mas com uma certeza, que passam. Logo depois vem dias com muito sol, lindos e cheios de alegrias. Tenha certeza disso.
Te desejo muita alegria de vida.
Beijos.

Nilce disse...

Oi Yoyo

Saudades de você

Sabe que se você quiser me levar também avisa tá?
Não ando muito de acordo com nada esses dias.
Tomara que as coisas melhorem para você querida.

Bjs no coração!

Nilce

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pois é amiga, eu compreendo esse
seu estado de espírito e é horrível
nos sentirmos assim. Os governantes
cada vez estão mais distantes do
povo e ninguém se preocupa com o
nosso bem estar a vários níveis.
Precisávamos de dar uma grande volta. A economia está ao serviço
de alguns e contra a maioria.
Mas, temos que lutar connosco próprios para nos sentirmos um pouco melhores.Espero que você
o consiga.
Um grande beijinho deste Portugal
distante.
Irene

manuel marques disse...

Nada de desânimo minha querida a vida são só três dias...

Beijo meu.

Teresa Aragão disse...

Quem não tem dias cinzas? hj mesmo estou aqui, sozinha em casa, filhos espalhados... querendo sumir para Pasárgada!
rsrsrrs

Mauro S disse...

Que bom vê-la mais vezes aqui em seu blog, que está recomeçando, pelo jeito com ajuda, e espanta esta tristeza pro lado, e forças, pois tudo mudará.
Os amigos estão aqui!
Conta comigo!
Beijos, Mauro

Liliane de Paula disse...

Vc deve sentir o mesmo que eu. Estou no país errado, certamente.

Cacá - José Cláudio disse...

Vou-me embora
Vou-me embora
Vou buscar a sorte
Caminhos que me levam
Não têm Sul nem Norte
Mas meu andar é firme
E meu anseio é forte
Ou eu encanto a vida
Ou desencanto a morte...

Vou-me embora
Vou-me embora
Nada aqui me resta
Senão a dor contida
Num adeus sem festa.
Eu vou na ida indo
Que o temor desperta
Cuidar da minha vida
Que a morte é certa.

Quem disse que trazia
Até hoje não trouxe
O bem de se fazer
da vida amarga, doce.

Eu não espero o dia
Pouco me importa
Se o velho é sábio
Se a menina é louca
Se a tristeza é muita
Se a alegria é pouca
Se José é fraco
Ou se João é forte
Eu quero a todo custo
Encontrar a sorte.

Vou-me embora
Vou-me embora
E levo na partida
Resolução no peito
Firme e definida
Quem vem na minha ida
Ouve a minha voz
E cada um por si
E Deus por todos nós... (Paulo Diniz)

Abração, Yoyo!
Muita paz e muito bem para você.

Liliane de Paula disse...

Yoyo, as fitas dentro da lata saem com fcilidade. Lógico que antes fiz uns rolinhos nelas antes de colocar dentro. É mesmo uma maravilha. Não coloquei as fitas que ainda não foram abertas.

www.comtextosdavida.com disse...

OH! Senhora Cinza, por favor acenda o seu Sol logo. Venha brilhar conosco.
bjs Lais

Suzanna disse...

HEHEHE YOYO
JÁ FUI EMBORA PARA PASSARGADA INUMERAS VEZES ...
MAS SEMPRE VOLTO, AINDA BEMMMM
TALVEZ ATÉ PARA IR NOVAMENTE.
E VC POR ONDE ANDAS YOYO, E NOSSO CAFÉ°?
BJOKAS
SU

www.apenasodila.blogspot.com disse...

Te proibido de ficar triste.
beijos

Luciana Macêdo disse...

Todas nós temos dias cinzas, mas é preciso olhar e ver as "cores" que temos a nossa volta. Não vale à pena deixar o "cinza" cobrir nossos olhos e a nossa alma.
Bjs!
Lu

achadosdaliedaqui.blogspot.com