Amo essa canção!

16/05/2011

Um Dia de Reflexão

Hoje não acordei nada bem. Decidi que não iria ao trabalho,vou assumir a  minha falta, pois meus sentimentos, neste dia, não são os melhores, e como disse Chico Xavier: 'Fico triste quando alguém me ofende, porém ficaria mais triste ainda seu eu fosse o ofensor'.
Em dias assim, em que tudo parece estar na penumbra, aprendi que é melhor ficar recolhida no meu canto, até porque não tenho vontade de falar com ninguém, muito menos de ver alguém. O que eu gostaria mesmo era de poder estar no meio do mato, no alto das montanhas, sentindo o vento frio de outono  batendo nos meus cabelos, sentindo o cheiro de mato, de estar cercada de bichos e de livros, mas não de pessoas.
O contato com a natureza me revigora e eu sinto  a necessidade desse contato, apesar de morar em uma das maiores cidades do mundo.E pensar que já fui tão urbana, um dia...Hoje sou bicho do mato  e  com medo de gente.
Estou lendo um livro excelente,  que está me fazendo compreender muita coisa sobre o momento que estou vivendo,  onde a autora afirma que essa compreensão de nós mesmas só é possível com a chegada da maturidade... Apesar de concordar com essa afirmação, fiquei me perguntando:de vale essa compreensão de nós mesmas quando já não podemos fazer muita coisa para reverter alguns processos, se não podemos voltar no tempo para corrigir alguns erros cometidos, se não podemos mudar as pessoas e principalmente seu modo de agir. Será que essa tomada de consciência, essa compreensão de nós mesmas, não é algo que nos faz apenas sofrer demais?
Ando tão triste com o ser humano! Parece que as pessoas se esqueceram dos valores primordiais da vida, aqueles valores que diferenciam seres pensantes e civilizados dos animais irracionais; animais irracionais só matam por uma questão de  sobrevivência, ou quando estão sendo/sentindo-se  ameaçados.                                        Seres "humanos" matam pelo simples prazer de matar e matam diariamente. Mesmos quando não matam literalmente,matam de outra forma, matam sentimentos  puros e verdadeiros.
Amizade hoje em dia parece ser algo sem o menor valor, algo que pode ser jogado na lata do lixo,descartado a qualquer momento sem que isso  cause a menor dor ou o menor constrangimento... Se até filhos, hoje em dia, são jogados nas latas de lixo, porque esperar que uma sociedade como essa tenha algum sentimento mais profundo!
Pergunto-me todos os dias: para onde estamos caminhando enquanto sociedade, em que direção o ser humano caminha, como podem as pessoas não se darem conta das barbáries que estão cometendo, das injustiças, das atrocidades, das maldades que estão transbordando de seus corações! Ética e respeito pelos outros são valores que  parecem não existir mais, estamos vivendo uma era de caos absoluto, e onde será que isso vai dar?

12 comentários:

KINHA disse...

Olá Yoyo

Sei que às vezes bate uma depressão, é normal, afinal somos humanas, mas estamos vivas e com muita saúde... Quando me sinto assim, todo um banho daqueles em que lavamos também a alma... faz bem, pode acreditar. Alegre-se, a vida é boa...

Bjoooooooooo...........

http://amigadamoda.blogspot.com

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

OI YOYO ESPERO QUE LOGO ESSA TRISTEZA PASSE TENHA CORAGEM Ñ SE DEIXE DEPRIMIR POR PROBLEMAS ALHEIOS A SUA VONTADE,NÃO PODEMOS FAZER NADA CONTRA ESSAS PESSOAS MALVADAS E SEM ESCRÚPULOS.
BEIJO

✿ chica disse...

Inflizmente temos dias que parece que tudo aparce e salta aos nossos olhos.Vemos apenas os buracos do quiejo...

Ainda bem que depois passa, temos que encarar a vida de frente..Eu também preferia estar em contato com a natuireza e não na cidade feia, cheia de ladrões, bandidos, assassinos , mas não dá...

Um beijo,fica bem,chica

Marli Borges disse...

Olá Yoyo!!
Menina, acabei de ler o comentário da Chica e não pude evitar. Tem dias que só vemos os buracos do queijo! Essa é boa, eu não conhecia. Rsrsrss.

Amiga, o esclarecimento que vem com a maturidade, deve vir para somar, para entendermos que não somos Deus, somos apenas humanos. E tem coisas que fogem à nossa alçada.
Acho que é por aí.

Não se deprima. Já botou pra fora? Ok. É hora de seguir em frente. Com alegria. Dificil? Eu sei. Mas não tem jeito.
Beijos amiga.

www.apenasodila.blogspot.com disse...

Lindo bjs.

Lúcia Soares disse...

São tantas indagações, Yoyo, que acho bom nem pensar muito...
Também acho esquisito que a maturidade nos torne mais sábias, depois que já quebramos a cabeça pela vida.
Mas o certo é isso, viver sem pensar muito, como na adolescência e não ter medos.
Depois, com mais responsabilidades, é o tempo de agir, sem poder parar muito pra pensar.
Mais tarde com as coisas serenando, filhos criados, formados, emprego fixo ou aposentadoria chegando, é que é a hora de parar pra pensar.
Mas não se aborreça com as pessoas, o melhor é nem se dar, cultivar um "felling" pra deixar perto de si só os que valem a pena.
Beijo!

Liliane de Paula disse...

Essas desatenções não me afetam mais, Yoyo. Acho que criei uma casca, as vezes não tão dura. Comigo é bateu-levou. Melhoro muito, qdo bato. Mas só bato se fui agredida, machucada.
Não quero ler para me conhecer. Já me conheço.
Vc que gosta de fotografia como eu, poderia me orientar de como ponho, definitivamente meu nome nas minhas fotos? Não quero colocar a cada foto que salvo por aqui.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Yoyo...sei bem de que escritora vc está falando...rsrs Pois é querida, a maturidade nos traz sabedoria, mas essa mesma sabedoria traz tb sofrimento, pois ao nos conhecermos melhor aprendemos a lidar melhor com a vida e até com o outro. Vemos a vida com olhos de ver e não mais só de olhar...claro que isso traz grandes decepções, mas tb muitos ganhos. Nunca é tarde demais para aprender sobre nós mesmos, é sempre tempo do auto conhecimento. Acho a maturidade um momento extraordinário na vida das mulheres, pena que nem todas saibam aproveitar bem essa fase da vida! Espero que vc saiba! beijo grande, se fizer uma sinopse do livro, me fala que vou colocar o link, estou fazendo uma lista com todos os que fizeram, tá? beijos flor,

Driks Barreto disse...

Oi minha linda!!!!Tb tava com muita saudade de vc!!!!mais essas tristezas que batem de vez em qdo me tiram do ar tb...rs por isso abandonei meus blogs e tudo mais q me dão prazer...estou voltando querida,seu blog ta lindo adorei o novo visu!!!!bj gde!tamo junto!!!!!

Ana Maria Braga disse...

Só tenho uma certeza de tudo que nos acontece: TUDO PASSA!!
Logo, logo estarás bem e mais fortalecida. Ninguem é tão importante para nos deixar tão abatida assim. Vamos nos priorizar sempre, pois assim viveremos melhor.
Que a alegria volte a te arrodear.
Aproveito para te desejar um ótimo dia. Bjs, Yoyo.

Suzanna disse...

ENTÃO YOYO, ME PERGUNTO TAMBÉM PARA ONDE CAMINHAMOS, COM QUE BASE ESTAS NOVAS GERAÇÕES CHEGARÃO LÁ NA FRENTE?
E ME PEGO POR VEZES REFLETINDO NO PASSADO.NAO CHEGO A GRANDES CONCLUSÕES, A NÃO SER QUE SÓ O PRESENTE É QUE IMPORTA MESMO O QUE FOI, FOI E O QUE VIRÁ SÓ À DEUS PERTENCE.
MOMENTOS MESMO DE INTROSPECÇÃO DE CAÇADA A ALMA.
ACALME SEU CORAÇÃO!
BJIN
SU

Priscila L . disse...

A sensação de impotência também vive batendo na minha porta. Para mim o mundo está perdido e isso é triste. Triste demais para mim... Mas nesses momentos temos que ser positivos e pensar que também existe muita gente boa por aí, muitas ongs e iniciativas que nos enche de orgulho!!

Ainda bem que está melhor!

Bjs =*