Amo essa canção!

02/07/2010

Momento de Transição

...Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.
(Clarice Lispector)

Caros amigos, sei que estou em falta com vocês mas tenho andado por caminhos que me calejam os pés, tenho pisado em espinhos que me fazem gemer de dor, tenho passado por veredas  escuras para tentar alcançar a luz.
Dizem que a cada sete anos, muitas coisas mudam em nossas vidas, que elas precisam mesmo mudar. Não sei se isso faz sentido, mas estou completando uma dessas fases e realmente, mudanças se fazem urgentes e necessárias  em minha vida. Preciso mudar coisas que não estão boas e ao mesmo tempo  penso em algo que ouvi, de uma amiga, semana passada: "depois que chegamos aos 40, não podemos nos dar ao luxo de errar em nossas escolhas." Sinceramente, não sei se concordo com isso mas sei que hoje em dia tenho mais medo de errar do que tinha antigamente e tenho plena consciência que o medo é um dos piores sentimentos que alguém pode ter. O medo nos paralisa diante da vida e isso, definitivamente, não combina comigo.

14 comentários:

Driks Barreto disse...

Adoro Clarice Lispector,ela sempre tem algo que tem tudo a ver com que estamos sentindo...Sabe tô com medo da sua amiga ter razão sobre depois dos 40 não fazermos escolhas erradas,afinal de contas isso é dificil abessa pois geralmente só sabemos se acertamos na escolha depois de te-la feito...
Acho que a melhor coisa é acreditar que seremos intuidas nas nossas escolhas pra tomar sempre a melhor decisão.Que DEus te ilumine e que vc tenha lucidez acima de tudo.Te adoro!!!bj gde e força amiga!!!

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Oi Yoyo minha flor!

Precisamos ter o nosso tempo conosco, sozinhas de vez enquando, mas realmente não podemos nos deixar parar querida.
Mudanças acontecem a todo momento, já ouvi algo sim a respeito do ciclo de 7 anos, e sinceramente acho que não funciona! Passei por tantas coisas pesadas, e elas não coincidiram nunca com este mito. Também já passei dos 40 anos, mas não me permito pensar em não errar, sabe por que? Porque somos humanas flor, estamos aqui aprendendo, ora acertando e ora errando, mas seguindo em frente na nossa missão. O dia que não pudermos mais errar, acabou nosso tempo neste planeta, pois o aprendizado foi absorvido e precisaremos partir daqui. Não se cobre tanto querida, somos todos alunos, com erros e acertos, e muitas vezes qdo achamos que erramos, p/ os Deuses tudo pode ser visto de uma maneira diferente.
Se quiser conversar, pode me mandar um e-mail, ficarei feliz em poder ajudar de alguma forma (jadejalilah@hotmail.com).
Encerro deixando uns dizeres do livrinho que adoro que se chama Conselhos das Deusas:

Deusa Sekmet - Deusa egípcia, com rosto de leão, que controla a ira e as emoções fortes.

"O temor não impede o perigo.
Não se deixe dominar pelo medo nem pela revolta, pois isso equivaleria a ser derrotado pelo inimigo, antes mesmo de ter começado a luta.
Conter o medo e a ira aumenta a força interior, evitando doenças, críticas ou derrotas momentâneas.
Seja natural e espontânea."

Minha flor, fique bem.
Beijinhos no ♥.

Flores e Luz.

Tati Pastorello disse...

Puxa, não cheguei aos 40, estou a caminho, mas me sinto num momento tão parecido... Uma vontade de dar um giro e mudar a rota... seguir um caminho diferente e todo novo. E também o medo de nunca chegar a lugar algum. Já tenho 34 anos e não construí nada meu, isso me incomoda demais. Não sei o que são férias, 13º, carteira assinada com um valor digno... Ai, foi mal, era para te por para cima!
Vamos viver tudo que há para viveeer, vamos nos permitiiiir!
Beijos amiga.
A gente vai olhar de outra perspectiva amanhã, e nos sentiremos orgulhosas por termos enfrentado as mudanças!

Eliana Pessoa disse...

SIM DEPOIS DOS 40 TEMOS QUE SER CAUTELOSAS ,MAS Ñ MEDROSAS!
VÁ SE ENCHA DE CORAGEM E RESOLVA TUDO DE CABEÇA FRIA COM BASTANTE ATENÇÃO PARA Ñ FAZER NADA QUE SE ARREPENDA DEPOIS!
BEIJO

Ariadne disse...

Concordo com a Eliane, depois dos 40 fiquei mais corajosa... e espero que vc tbem fique.

Bjks e volto dia 12/07

P.S.: pode mandar sim, vai ter alguem pra receber.

Clau Finotti disse...

Sabe, achava que com os anos ficaria mais segura, mas me pego cada vez mais medrosa, mais vulnerável do alto dos 37 anos... será que é porque não sou mãe? Sei lá... hoje eu estou me identificando com vc e com a Tati ... affff... não ajudei, né? .... mas pelo menos sabemos que tudo passa, e mais rápido do que pensamos.

Beijão.

pensandoemfamilia disse...

A vida é feita de etapas, ciclos e não temos como evitar mudanças. Com medo ou sem medo, há um momento que somos lançados de alguma forma, e precisamos nos reorganizar para seguir em frente.
Não tem esta de idade, de acertar ou errar, sempre temos de escolher. Fazemos isto todos os dias desde a hora que acordamos.
Ouse!!!!!.
bjs,

Carmen ACHADOS DE DECORAÇÃO disse...

Yoyo, desejo que seja uma transição sem grandes turbulências e que lhe traga um resultado positivo, afinal, após a tempestade, sempre vem a calmaria, né? FORÇA!!! Tente ter paciência com o "processo" e com você também. Eu acredito que a vida sempre premia quem continua firme e forte (claro que a gente titubeia de vez em quando, mas...faz parte!!) bjs

Cris França disse...

Oi Yoyo,

Eu ja ouvi falar desse ciclo de sete anos, e sei lá, sinceramente, já passei por tanta coisa que os sete pareceram muito mais...rs, mas o sofrimento é como um emeril lapidando a gente pra vida. Hoje, pertinho dos 40...rs, penso que alegrias e tristezas todos temos em nossas vidas, os nossos sentimento em relação a eles é que fazem a diferença.
O sofrimento fica mais sofrido quando a gente não o aceita, se aceitamos como uma luta a travar, ele parece que passa mais suave pela gente.
E outra coisa que me ajuda a aliviar, é contar as minhas bençãos, todos as temos.
E a tristeza não consegue ficar muito tempo num coração agradecido.
Mas gratidão e aceitação são sentimentos que não nascem sozinhos, eles precisam de coragem da nossa parte.
Então eu desejo a você toda a coragem do mundo minha querida, força nas tuas lutas e muita luz no seu caminho.

beijos

Bordados e Retalhos disse...

Querida como são importantes esses momentos de transição. Depois dos 40 a gente tem um pouco mais de receios das mudanças mas de qualquer forma a vida está sempre em mutação e transição. Por isso não se importe com o medo ele é apenas uma forma de preservação da vida. Acredito que a sabedoria começa também com essa idade, portanto você saberá quando é hora de um passo além. Bjs amiga e fique com Deus.

Maitê disse...

Oi querida !!!

Estou aqui torcendo para que você supere este momento e faça das suas escolhas as melhores possíveis.

Beijinhos enormes !

Danny disse...

Ola amiga linda
Sei exatamente o que vc quer dizer.
Passei e estou passando por um momento assim.
Senti que precisava mudar algo na minha vida, + essa mudança vinha junto as consequências....
Isso me trouxe mt + mt medo...
Mas o que fazer diante disso??
Refleti muito durante um tempo e resolvi encarrar as consequências, pois minha única meta é ser feliz somente.
Sei que é difícil ter uma felicidade plena nessa vida, + a nossa buscar maior é essa.
Não sei se te ajudei em alguma coisa, compartilhando um pouquinho do que tenho vivido nos ultimos tempos.
Não concordo muito com isso de idade, mesmo que ñ tenha ainda chegado aos 40, acredito que nessa idade somos + seguras do que queremos, + plena, + realizadas...
Olhe p vc e vai ver a mulher que sempre ultrapassou tantas coisas e chegou até aqui, vai tirar de letra + uma fase de transição.
Vc é uma mulher de fibra de garra, ñ deixe o medo te dominar.
Busque sua felicidade acima de tudo, é uma questão de escolhas...
Somos mulheres, temos capacidades dentro de nós.
Espero que essa fase passe bem rápido e vc consiga tirar bom proveito de tudo isso.
Estarei torcendo por vc amiga.
Como vc sempre gosta de ouvir, hj vou falar do fundo do meu coração p vc:"FORÇA NA PERUCA MINHA LINDA".
Desejo um ótimo final de semana.
Biejocas :D

*~* Coisas da Bruxinha *~* disse...

Yoyo, aos 39 anos resolvi me separar e mudei minha vida, aos 40, idade que todos falam ser de muitos questionamentos eu estava tão bem, descobria um mundo novo, claro que com fases dificeis pela separação, mas deslumbrada com um novo amor. Fiz a coisa certa na hora certa hehhee. Ainda bem, pois dá medo de errar nessa idade mesmo. Mas tenha a certeza de que vc vai achar a melhor solução para suas duvidas tb.
Agora quase aos cinquenta estou na angustia de mudar minha vida profissional e estou tb num momento muito dificil de questionamentos tb. Só que dessa vez por trabalhar com minha familia( pai ) tenho que ter mais cautela e saber a hora certa . Espero que ela chegue e seja tão boa quanto foi na vida pessoal e emocional.
Um grande beijo , e se precisar conversar , me escreva. lmisaa@gmail.com
Leila

Simples Assim disse...

Yoyo, tem um post no meu blog sobre o medo. É muito bacana, e me deu a plena sensação de que tudo é bem normal. Além do que estimula toda aquela energia negativa que a gente acumula a ser transformada em reflexões de como devemos tratar os medos!
Qdo puder dá uma olhada.
Bjo grande
Samara