Amo essa canção!

27/08/2010

Raiva - Blogagem Coletiva Sentimentos

Amigos da Blogagem Coletiva Sentimentos, estou um pouco atrasada em minha postagem, eu sei. É que hoje estive um tanto ocupada, só cheguei em casa agorinha, há pouco, portanto, amanhã à tarde ou no domingo é  quando poderei visitar todos vocês, assim espero.
Bem, essa é a quinta semana dessa  gostosa brincadeira proposta pela Glorinha do blog Café com Bolo cujo tema é "raiva".
Eu já fui uma pessoa bastante intempestiva quando sentia raiva e nesses momentos liberava geral meus sentimentos, falava um monte para quem merecia ouvir, etc e tal. Com o passar do tempo,  fui me dando conta que a raiva é mesmo um veneno, como muitos dizem, e esse veneno acaba destruindo apenas aquele que fica excessivamente raivoso, descobri que raiva faz mal ao coração, que envelhece, que marca nossa pele com rugas, antes do tempo.
Hoje em dia eu tento, ao máximo, não permitir que a raiva tome conta de mim, que ela me tire do eixo, que me envenene; estou aprendendo a não deixar que a raiva me descontrole, o que nem sempre é possível, até porque, o que não falta  em nosso dia-a-dia é gente folgada e mal educada, coisa que me tira do sério, que me faz ficar com raiva; ainda não consegui ser tolerante com gente mal educada, e olha que já apelei até para a yoga,rs.
Resolvi fazer uma listinha, conforme fui lembrando de algumas coisas, pessoas ou situações que me fazem sentir raiva. Não necessariamente na ordem que segue.
1) Gente hipócrita - Essa, está mesmo no topo da minha lista. Não suporto e fico furiosa com gente assim.
2) O trânsito caótico de São Paulo, que nos obriga a perder horas preciosas de nossas vidas paradas em engarrafamentos imensos.
3)  Maus pagadores -  não gosto de gente "caloteira". Embora eu não trabalhe com vendas, fico indignada com gente que já compra fiado pensando em não pagar.
4) A impunidade no Brasil - sinto muita raiva por ser uma cidadã do bem e viver prisioneira em minha própria casa, por conta da bandidagem que plorifera como uma praga. Em minha concepção, um dos  fatores que contribuem  para o aumento da violência é essa impunidade que existe em nosso país.
5)  A falta de seriedade na política brasileira - pelo post que fiz recentemente, acho que já deu para vocês terem uma idéia do quanto isso me deixa furiosa, muito furiosa...Aff!
6) Do comodismo da nação brasileira que a tudo assisste e não toma nehuma atitude para mudar o rumo da história.
7) Conformismo, de um modo geral -não tenho paciência com gente que reclama de tudo, mas nada faz para reverter uma situação que está ruim, que nada faz em prol de uma vida melhor.
8)  Traição - isso para mim é algo imperdoável.
9) Falta de pontualidade - Sim, amigos, sou brasileira mas gosto da pontualidade britânica. Sei que essa coisa da falta de pontualidade não é algo tão grave asssim, que está arraigada (como um carrapato, eu diria) em nossa cultura, mas eu odeio assim mesmo, isso me irrita. 
Certa vez combinei com uma amiga, muito querida por sinal, que nos encontraríamos em um shopping por vota do meio-dia (no máximo).Corri feito uma louca para dar conta de chegar no horário, mesmo já conhecendo a minha amiga. Deixei de fazer várias coisas que precisava, inclusive deixei de ir ao banco, deixei de almoçar, mesmo estando morta de fome,  e antes mesmo do horário combinado eu já estava lá, esperando por ela que com a maior cara de pau do mundo, chegou quase duas horas depois e com um monte de desculpas esfarrapadas na ponta da língua. Naquele dia fechei o tempo com ela, falei um monte de verdades, coisas que não são nem um pouco agradáveis de se ouvir, mas que só um amigo de verdadeiro tem coragem suficiente para falar.
Você deve estar se perguntando se a nossa amizade acabou ali. Não, nossa amizade é verdadeira e vem de longas datas e por incrível que pareça eu amo muito essa criatura, ela é uma pessoa adorável, apesar de ter o dom de me deixar possessa de raiva, por causa da sua falta de pontualidade,rs.

14 comentários:

Beth/Lilás disse...

Ah, Yoyo, eu tô contigo nestes quesitos, também fico uma arara com certas coisas e reclamo muito, mas tenho também a qualidade de esquecer para não adoecer com o ódio.
um beijo grande e obrigada pelo email.

disse...

Olá Yoyo!!! Tá valendo, mas é claro!!! Olha o tema de hoje é puxado. Sua listinha é um retrato de como ela está presente em nossas vidas, tentando a todo instante, nos adoecer por isso devemos tentar controlar seja para o nosso bem físico e psicológico. Bjosss

Lúcia Soares disse...

Yoyo, raiva é um sentimento tão "normal" que ninguém deixa de dizer que o tem.
O que precisamos é de controle sobre ela, senão o contrário pode nos deixar enfurecidos, ou com ódio, o que é pior ainda.
Detesto impontualidade e isso me tira do sério, sim.
E tudo o mais que você citou.
É muito fácil a gente se enraivecer e todo cuidado é pouco!
Beijos!

Astrid Annabelle disse...

Bom dia Yoyo!
Estamos verdadeiramente fazendo uma terapia sobre os nossos sentimentos,não é?
Ontem eu li depoimentos incríveis!
Senti sua falta mesmo...
Tenho que concordar que não ser pontual é uma falta grave. Eu também detesto isso. As pessoas hoje em dia acham "normal" atrasar. Eu entendo isso como falta de educação. Aliás, assumir um compromisso e não cumprir com o prometido é falta de respeito. Muito ruím!
Gostei da sua participação.
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

Isadora disse...

Yoyo, por mais que tentemos nos controlar e não sentirmos raiva (não faz bem mesmo), situações corriqueiras nos tiram do sério. O que te dá raiva pode ser comum a todos nós (eu só modifico pelo trânsito, no RJ que anda péssimo) e da sua lista ressalto a traição e a impontualidade. Uma mais séria que a outra, mas que nos causam raiva.
Um beijinho e bom final de semana

orvalho do ceu disse...

Oi, querida
Yoyo
Vc colocou um desenho tão típico da expressão da raiva: o de quebrar o lápis... muito legal!
De fato, a raiva é um veneno que envelhece... deixa rugas... descontrola... tira do sério... nos deixa "possessos"...
Tenha ótimo fim de semana e cheio de paz interior.
Abraços fraternos

Glorinha L de Lion disse...

Yoyo, chegou tarde, mas ainda é hora! Eu concordo em tudo com vc! Tb fui assim, já melhorei, mas ainda explodo bastante. Depois passa, mas acho pior quando eu guardo minha raiva. Ela me envenena muito mais se eu guardar.
Acho que fez bem em soltar os cachorros com a amiga, isso foi desrespeito da parte dela e mereceu ouvir tudo. Garanto que nunca mais te fez esperar. hehe Beijos querida.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Vc tocou em temas muito importantes. realmente parece que muitos vivem em estado letárgico: acham que tudo é normal, numa passividade monstruosa. Apoiados no pensamento de que moram no paraíso (já que de acordo com eles a natureza só privilegiou o Brasil) nada mais precisa ou tem jeito de ser feito.

Isso é mto triste. e dá raiva sim.
E políticos fazem o que querem, já que todo mundo acha que não tem jeito mesmo.

falta de pontualidade é um defeito gravíssimo.tb me dá raiva sim

bjs e bom fds

Socorro Melo disse...

Yoyo,

Essa lista com bons motivos para grandes raivas está ótima,kkkkkk Também fico indignada com tudo isso.
Infelizmente não temos como não sentir raiva, pois, somos pressionados o tempo todo. Resta-nos aprender a lidar com esse sentimento tão destrutivo que nos corrói, nos maltrata e mina nossa saúde física e nos proporciona também problemas psicológicos.

Um grande abraço, Yoyo
Socorro Melo

Deia disse...

Oi Yoyo!! Nem com muito mantra evitamos a raiva, não é? rsrs! Mas, uma vez aflorada, deixemos que ela se apague em si mesma, e lidemos com as situações reais, e não as infladas pelo sentimento de querer "matar a criatura" que nos cortou no trânsito!! rsrs! Adorei seu post, querida amiga!! Um beijo, Deia.

Cantinho She disse...

Oie querida, seu post e participação ficaram ótimos, adorei, e ainda pude conhecer um pouquinho mais de vc, amei as respostas, beijo, beijo! ;)
She

Ariadne disse...

Oi amiga !!!! voltei....

Concordo com tudo que vc disse e eu tbem odeio atrasos, sempre chego antes do combinado e me irrito com isto.

Bjks mil

Eliane disse...

Concordo com vc Yoyo, a pontualidade é o que me deixa mais fula também hihih(cheguei atrasada na blogagem essa semana hihihi). Raiva existe sim!! e cada vez que ela explode algo muda em algum lugar seja para o ou para o mal. Espero que pra nos sempre seja para o bem um beijo atrasado sem raiva.

Gina disse...

Tudo tem limite e chegar 2 horas depois, pelamordedeus! Tinha que ouvir mesmo.
Essa sua lista pode ser infinita..., pois cada um sente de uma forma. No final, o importante é não se apegar demasiado tempo na raiva e acabar transformando em ruminações, ódios e uma coisa puxando outra, cada vez pior, não é?
Boa semana!